Vídeos (seleção)

Loading...

15 de novembro de 2010

PLAGIOMETAPOESIA

(lembrei desse antigo poema inspirado no Pessoa por conta dos amigos que "demoram mas chegam"...
mandei pra eles e coloco aqui também)

Eu sou um aviador.
Viajo constantemente
pelo Mundo e pelo Amor:
piloto caneta e mente.

Os que leem o que eu escrevo
podem viajar também,
não ao lugar que descrevo,
mas só ao que eles não veem.

E assim, nas asas e rodas
do verso (minha paixão),
sigo feliz, dando corda
a este sonhado avião.
(P.R.Barja, 1989)

Nenhum comentário:

Postar um comentário