Cordéis no Pinheirinho dos Palmares

Vídeos (seleção)

Loading...

7 de dezembro de 2010

BANQUETE

A seguir, um poema encontrado no baú - e que descobri ter sido feito no meu aniversário de 26 anos, em SP.



Desenho tua silhueta
Com a ponta dos meus dedos
As mãos em forma de concha
Esculpem teu corpo inteiro
E me perco em devaneios,
Sensações, anseios, sonhos...
Tudo que fizemos, fomos,
Todos aqueles que amamos,
Tudo, enfim, que conhecemos
Seja pouco ou nada agora.
Brindemos ao nosso tempo !
Vivamos a nossa hora !

Um comentário: