Cordéis no Pinheirinho dos Palmares

Vídeos (seleção)

Loading...

29 de maio de 2013

Pela mesma estrada


Acordei cedo. O coração pulsava
com a certeza crua, cristalina:
disse o poeta uma grande verdade
- nossa existência é sempre Severina.
 
Por isso existe solidariedade:
nasce da força da compreensão
de que nos molha a mesma tempestade
que molha o corpo de qualquer irmão.
 
Já nem importa se nos conhecemos:
desde o princípio, somos como grãos
no mesmo solo, desejando a vida
- a vida-chuva que nos faz irmãos.
 
Assim seguimos pela mesma estrada
- de carro ou ônibus, de jegue, a pé -
com muitos sonhos e a mesma esperança.
Somos movidos por Amor. E fé!
(P.R.Barja)
 

Um comentário:

  1. Somos movidos por amor, fé e alguma esperança! Beijos, poeta!

    ResponderExcluir