Cordéis no Pinheirinho dos Palmares

Vídeos (seleção)

Loading...

31 de outubro de 2010

Soneto do Sufrágio Universal

(Feito hoje cedo, vendo o dia nascer na estrada)


        Tudo é bonito na manhã que nasce,
        a claridade do sol anuncia.
        Os olhos buscam e acham a poesia
        que nos envolve como se abraçasse.

        Tudo é bonito na voz da cidade:
        "Bom dia!", firme voz de quem trabalha.
        Café bem forte anima pra batalha
        e os passarinhos cantam liberdade.

        Vontade doida, alegre, comovida 
       (igual a quando o time é campeão)
        de unir na praça toda essa torcida,


        Compartilhar amor, cerveja e pão,
        tomar nos braços e beijar a Vida:
        tudo é bonito em dia de eleição.

31/10/2010

3 comentários:

  1. Você conseguiu colocar mais beleza no dia de hoje. A beleza da vida depende mesmo de como olhamos e sentimos cada momento. Foi bom ter visto o dia da eleição por este seu ponto de vista!

    ResponderExcluir
  2. Obrigado pelo belo poema, realmente, ontem foi um dia mágico, fui votar no Jardim da Granja, foi por lá que passei minha adolescência e por isso não mudei meu local de votação, cheguei cedo no bairro, lambusei-me de saudade, vi alguns amigos antigos, Dilmei-me e fui embora com a alma mais leve... Valeu Paulo!!

    ResponderExcluir
  3. Meus queridos, acho que estamos todos mais unidos, belos e leves a partir deste dia... obrigado pela presença, sempre!

    ResponderExcluir